Operários de obra em SP ganham mensagens de apoio dos filhos: "Vai passar"

25/05/2020

Fonte: Casa Vogue

Assim como os serviços de transporte, telecomunicações e muitos outros, o setor da construção civil não foi interropido durante a quarentena. De acordo com decreto do presidente da República, Jair Bolsonaro, as atividades relacionadas à construção civil e industriais também são essenciais em meio à pandemia do novo coronavírus. Ao serem classificados dessa forma, os trabalhos podem continuar em operação mesmo durante restrição em razão do vírus. 

Em São Paulo, uma das obras que não parou é a da construção de um edifício residencial na rua Bela Vista, na Chácara Santo Antônio, centro-sul da cidade. Cerca de 200 trabalhadores atuam no empreendimento, que abrigará apartamentos de alto padrão com metragens de 79 m² a 288 m². Diante do funcionamento normal do cronograma, operários do canteiro foram surpreendidos com mensagens de apoio de seus filhos, que enviaram desenhos com frases motivacionais para o momento difícil. "Vai ficar tudo bem! Cuide-se. Te espero em casa", diz um dos mais de 40 cartazes enviados para os profissioanais.

A ação foi uma iniciativa interna, que surgiu após Marisa Lazarini, engenheira responsável pela obra da construtora Cyrela, perceber a aflição dos operários ser intensificada com o aumento do número de casos e mortes registradas na pandemia. "Estava conversando com minhas filhas pequenas, e elas me perguntaram por qual motivo eu estava triste. Disse que não era tristeza e sim preocupação, pois percebi que os trabalhadores estavam muito tensos com a situação que estamos vivendo. Elas, então, me disseram: 'Mamãe, e se nós fizermos desenhos bem coloridos pedindo para eles se cuidarem, e lembrando que os filhos estão em casa esperando por eles?", diz à Casa Vogue. 

A ideia foi passada para a equipe envolvida na construção, que acabou sendo presenteada com uma série de desenhos e lembranças preparadas pelas crianças. "Cada trabalhador que veio me trazer o desenho do seu filho estava com um sorriso no rosto, e o coração cheio de orgulho de seu pequeno e sua pequena obra de arte", afirma Marisa. "Isto trouxe cor para nossa obra e conforto aos corações aflitos".

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil de São Paulo (Sintracon-SP), ao menos 44 operários morreram em decorrência da Covid-19 na Região Metropolitana de São Paulo - e cerca de 13 familiares desses profissionais também faleceram por causa da doença. O levantamento foi feito informalmente e não há evidências de que os contágios registrados estejam diretamente ligados às atividades profissionais exercidas nas obras.

Em nota enviada à Casa Vogue, o Sintracon-SP "lamenta a morte dos mais de 40 operários da construção civil" e salienta que desde o início de março está agindo no combate à doença nos canteiros, "criando mecanismos que possibilitam a proteção dos trabalhadores e, consequentemente, de suas famílias". "Ressaltamos a importância de humanizar os trabalhadores da construção civil de São Paulo, que, por muitas vezes, são tratados como números. Nossa luta é para que eles continuem trabalhando com saúde e não coloquem suas vidas e de suas famílias em risco. Não queremos que entrem na estatística", diz Antonio de Sousa Ramalho, presidente do sindicato. 

Por meio de assessoria de imprensa, a Cyrela afirmou ter adotado uma série de medidas preventivas para orientar os trabalhadores de suas obras, considerando o cenário atual de propagação do vírus. Segundo a construtora, as obras seguem o cronograma com a adoção de medidas específicas para os canteiros. Os trabalhos são regidos por um protocolo de higienização na entrada da obra a ser feito antes do início das atividades que inclui triagem com aferição da temperatura e análise de outros sintomas. A distribuição de álcool gel e a redução de aglomerações dos profissionais durante os turnos de refeições também constam entre as ações divulgadas.

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Olá! Deseja saber mais sobre algum imóvel?

1

Novidades Cyrela

Na Cyrela, você vem primeiro. Assine nossa newsletter e acompanhe nossas notícias sempre em primeira mão.